0
0

“Emagracer em grupo é mais fácil”

 Muita gente quer emagrecer, mas não sabe como ou acaba desistindo diante dos desafios. Para dar suporte a estas pessoas, a SM Nutrição e Fitness preparou um programa cuja proposta é promover a saúde e a melhoria da qualidade de vida por meio de orientação nutricional e mudança de comportamento alimentar e de estilo de vida. E o melhor: em grupo, um ajudando o outro. Com início previsto para o dia 9 de março, o programa ocorrerá sempre às terças e quartas-feiras, das 19h às 21h, somando, ao todo, dez encontros. À frente da iniciativa está a nutricionista e educadora física Simone Cunha (CRN-1566), que tem mais de 20 anos de experiência na área, é especialista em Nutrição Clínica pela USC – Universidade São Camilo  – RJ; e atual presidente da Associação de Nutrição do DF (ANDF). Ao Jornal do Planalto, Simone concedeu a seguinte entrevista:

Quais os benefícios dos grupos de emagrecimento e qualidade de vida?

Emagrecer apesar de parecer fácil é muito complexo. Não significa apenas diminuir consumo alimentar, restringindo calorias. Por isso, participar de grupo de emagrecimento aumenta as chances de ter mais sucesso. As pessoas que participam do grupo têm objetivos comuns. As reuniões semanais dão a sensação de controle do processo de emagrecimento e, assim, aumenta a autoconfiança do participante. Outro aspecto importante é a troca de experiência entre os indivíduos, gerando mais motivação. Além disso, as metas são semanais e mais simples de serem alcançadas, tornando possível  o que antes parecia muito distante.
Que estratégias são eficientes para manter o foco e a motivação para ganho de massa muscular e perda de peso?

Incentivar a prática de atividade física, o que não significa a prática de exercício, ou   frequentar academia.   O primeiro passo é sair do sedentarismo.  Andar a pé até o comercio local, subir de escada alguns andares e ter como meta subir todos os andares sem elevador  no retorno do trabalho para casa. Fazer atividades de lazer no final de semana, como caminhadas ou mesmo  andar de bicicleta, também funciona. No segundo momento,  é importante estimular a prática de exercício físico orientado no mínimo três vezes por semana, além de estimular o treino  de força (musculação,) alternados ao treino aeróbico. O mais  importante é sair do sedentarismo e caminhar para um estilo de vida mais  saudável, consequentemente, ganhando massa muscular.

Qual o diferencial do seu trabalho?

O meu trabalho é focado na mudança do estilo de vida. Espero que o meu cliente não  precise mais de acompanhamento  nutricional, pois ele aprenderá  fazer as escolhas certas,  as compensações, quando exagerar, e ainda ter a atividade física como um aliado  no controle do peso.  Outro aspecto fundamental é a mudança da relação com alimento. O alimento não deve ser visto como um vilão e sim como algo prazeroso e sem culpa.

O que você diria para quem já tentou várias vezes melhorar a qualidade de vida e não conseguiu?

Primeiro,  eu diria que  isso  é difícil para  todo mundo, mudar hábito não é fácil mesmo. Mas  dando um  passo a cada vez, tudo fica mais fácil. Por isso, temos reuniões semanais por quase três meses. Se você  tentou várias vezes e não conseguiu, pode  ter sido  porque  você fez uma  dieta  muito restrita, sem mudança no hábito alimentar e no estilo de  vida. Quando acabou a dieta, voltou a comer tudo de novo.  A nossa ideia é que você consiga comer o que  gosta, mas saiba fazer escolhas e compensações.

Quais as suas dez dicas para quem quer entrar em forma?

1- Beba  água;

2- Coma comida de verdade, evite alimentos processados ou ultra processados;

3- Seja  ativo, caminhe, desça as escadas  quando  possível,  visite o comércio local  a pé. Se possível faça atividades aeróbicas e de forças em dias alternados;

4- Não fique longos períodos sem comer, fracione a dieta para evitar  a compulsão alimentar;

5 – Diminua  o consumo de açúcar e sal;

6 –  Evite frituras e carnes gordas. Dê preferência a gorduras de boa  qualidade, como a do  abacate, azeite de oliva, castanhas, nozes, dentre outras;

7 –  Não crie  o dia  do lixo. Nos finais de semana, coma  sem exageros;

8 – Durma bem. insônia  descontrola  hormônios e  pode induzir  o aumento de peso;

9 – Adote  exercício pela manhã, sempre que possível , para estimular o seu metabolismo o dia todo;

10- Planeje sua alimentação e seu treino.
SERVIÇO:

Sm Nutrição e Fitness

Nut. Simone da Cunha Rocha Santos – CRN 1- 1566

Fone 61- 3202-4340/ 61- 999111- 3087

www.smnutricaoefitness.com

@smnutricaoefitness

 ______________________________________

Gastronomia

Dolce Far Niente, em Águas Claras, em novo endereço

 

Desde o último dia 10, a Dolce Far Niente – marca italiana comandada pela chef Lídia Nasser -passou a atender em novo endereço em Águas Claras. Permanecerá no mesmo prédio, o Edifício Vila Mall. Mas, em vez de ao lado do Empório Árabe (do mesmo grupo da chef e empresária Lídia Nasser), funcionará nas lojas da parte de trás da casa, onde era o Poizé.  A mudança trouxe um projeto arrojado e, com ele, muitas outras novidades que prometem aquecer o mercado gastronômico de Águas Claras: a capacidade da casa quase triplicou: passou de aproximadamente 60 lugares para 160. Além disso, ganhou tratamento acústico e um palco, com piano, e passará a contar com apresentações em solo ou acompanhadas de voz e outros instrumentos clássicos, de terça a domingo, no jantar. Os cardápios – tanto o de pizzas quanto o italiano – foram renovados. Tudo isso oferecido em um ambiente sofisticado e bem decorado.  “A intenção é, justamente, fortalecer esse conceito da Dolce Far Niente de proporcionar uma experiência prazerosa. Queremos deixar os clientes confortáveis, à vontade e oferecer um momento especial e completo, unindo boa comida, música de qualidade e atendimento eficiente e gentil”, assegura chef Lídia Nasser.

______________________________________

Ação Socioambiental

Projeto “Na Praia” realiza plantio de

150 mudas de árvores no Parque da Cidade

 

Em fevereiro, os organizadores do projeto “Na Praia” estiveram no Parque da Cidade para realizar o plantio de 150 mudas de árvores. A ação é parte do acordo Carbono Zero, selo recebido pelo evento por realizar a compensação de todos os gases de efeito estufa emitidos durante a realização da Praia brasiliense. Tendo a sustentabilidade como uma de suas grandes preocupações, o “Na Praia” contou com o apoio do Instituto Carbono Zero para a contagem de todo o carbono produzido pelo evento. Do combustível gasto pelos aviões que transportaram os artistas até Brasília aos gases emitidos pelos caminhões que trouxeram a areia para a montagem do complexo, tudo é levado em conta em um cálculo bastante preciso e, depois, revertido em árvores. As mudas foram plantadas em uma área próxima ao Carrera Kart, ao lado de um lago e correspondem a cerca de 30% do total do plantio que será realizado durante o semestre. O Parque da Cidade foi o local escolhido por ser um dos grandes pontos de encontro da capital, onde os organizadores do projeto irão realizar outro grande evento, o Carnaval no Parque.

______________________________________

Confiança

Pesquisa revela que 84% das empresas acreditam em redução das incertezas politicas/econômicas em 2017

Os empresários e executivos brasileiros estão mais otimistas em relação ao cenário de instabilidade do país e mais confiantes com o novo ano. Para 84% deles, as incertezas políticas e econômicas estarão em quadro mais estável em 2017. É o que aponta pesquisa inédita da Câmara Americana de Comércio (Amcham) com a participação de 326 lideranças de companhias de vários portes e setores da economia. A enquete foi aplicada no dia 8 de fevereiro em São Paulo, durante o Seminário Perspectivas Comerciais, Econômicas e Políticas promovido pela Amcham. Para os consultados, apesar da aposta em melhora em relação a 2016, duas grandes incertezas ainda devem ditar a velocidade da recuperação da economia brasileira: a operação Lava Jato e seus desdobramentos (33%) e o quadro fiscal preocupante e ainda dependente de reformas/medidas (28%). Outros fatores citados foram: a crise política e antecipações da corrida presidencial de 2018 (18%); a confiança do consumidor e investidor em níveis piores e crise de segurança mais acentuada em alguns estados (17%); e o cenário externo em virtude da troca de presidência nos EUA e tratativas do Brexit na União Europeia (4%).

______________________________________

Comunicação Pública


Profissionais de comunicação

pública criam entidade nacional

Com foco no fortalecimento da comunicação pública sob a ótica do direito do cidadão à in­formação e do dever do Estado de prestar contas de suas ações, profissionais do segmento se uni­ram para criar a Associação Brasi­leira de Comunicação Pública (AB­CPública). Ela também buscará a valorização e o aprimoramento profissional dos que atuam nas diversas áreas de comunicação dos poderes Executivo, Legislati­vo e Judiciário, nos três níveis da Federação, bem como dos comu­nicadores que exerçam atividades em associações, instituições de ensino e organizações sociais. A entidade tem como presi­dente Lincoln Macário (Câmara dos Deputados, ex-CBN e TV Brasil, que também foi presidente do Sindicato dos Jornalistas do DF), vice-presidente Armando Medeiros de Faria (consultor, ex-diretor de marketing do Banco do Brasil), diretora administrati­va Ana Beatriz Santos (Sena­do Federal), diretor financeiro Paulo Falzonni (ex-Associação Brasileira de Marketing Direto), diretor de relações acadêmicas Jorge Duarte (Embrapa) e con­selheiros fiscais José Vicentine (ex-Secretaria de Comunicação da Presidência da República), Daniel Nardin (secretário de Comunicação do Governo Pará), Marco Túlio Bretas de Vascon­celos (Banco do Brasil) e Patrícia Figueiredo Roedel (Câmara dos Deputados).

______________________________________

Automóveis

Transações de Usados têm baixa entre dezembro e janeiro, mas crescem no comparativo com 2016

leves, De acordo com levantamento feito pela Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, as transações de veículos usados, considerando todos os segmentos automotivos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros), apresentaram queda de 20,49% em janeiro, na comparação com o mês anterior. Ao todo, foram transacionadas 1.088.709 unidades em janeiro de 2017, contra 1.369.314 em dezembro do ano passado. Na comparação com o mês de janeiro/2016, o resultado geral de transações de usados apresentou alta de 15,33%, quando foram transferidas 944.029 unidades no período. Para os segmentos de automóveis e comerciais as transações apresentaram retração de 20,37%, em janeiro, na comparação com o mês anterior. Ao todo, foram negociadas 827.178 unidades no primeiro mês deste ano, contra 1.038.810 em dezembro. Em relação a janeiro/2016 (711.124 unidades), houve crescimento de 16,32% nas transações destes veículos.

______________________________________

Flávio Resende e-mail: [email protected] – Tel.: (61) 3242-9058

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

COLUNAS EM DESTAQUE

Powered by moviekillers.com