quarta-feira, 22 maio, 2024
More
    InícioDestaquesBrasil ganha Denominação de Origem (D.O.) exclusiva de espumantes

    Brasil ganha Denominação de Origem (D.O.) exclusiva de espumantes

    -

    Etiene Carvalho – Jornalista e editora do Blog do Vinho, Sommelier Fisar, especialista em vinho da França (FWS), especialista em vinhos da Califórnia (CWS e WSET)

    O Brasil acaba de conquistar a segunda Denominação de Origem (DO) para vinhos, sendo a única no Hemisfério Sul a ter uma certificação exclusivamente para espumantes. A  DO Altos de Pinto Bandeira foi publicada em 29 de novembro pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

    Em 2010, a região obteve a Indicação de Procedência (IP) Pinto Bandeira, que agora fica restrita a vinhos finos tranquilos. A cidade de Pinto Bandeira está localizada

    Ambos os projetos de Indicação Geográficas (IP e DO) foram coordenados pela Embrapa Uva e Vinho, através de demanda da Associação dos Produtores de Vinho de Pinto Bandeira (Asprovinho). A pesquisa de estruturação da DO iniciou em 2016, tendo seus documentos protocolados no INPI em 2021. Integram o rol de produtos validados os espumantes das vinícolas Aurora,  Don Giovanni, Família Geisse e Valmarino.

    Delimitações da DO Altos de Pinto Bandeira

    A DO Altos de Pinto Bandeira é exclusiva para espumantes elaborados com uvas das variedades Chardonnay, Pinot Noir e Riesling Itálico, cultivadas em espaldeira na região demarcada. São 65km² de área contínua, sendo 76,6% localizada no município de Pinto Bandeira, 19% em Farroupilha e 4,4% em Bento Gonçalves, todos na Serra Gaúcha.

    Os produtos devem cumprir diversos requisitos, entre eles: fabricação pelo método tradicional (segunda fermentação na garrafa); prensagem realizada exclusivamente com uvas não desengaçadas; tempo mínimo superior a 12 meses para o período que vai da tirage (colocação do licor de tiragem) até o dégorgement (eliminação dos sedimentos de leveduras – líes, depositados no bico da garrafa); apresentar padrões físico-químicos específicos; e ter a tipicidade comprovada por degustação dos espumantes finos realizada às cegas.

    Pinto Bandeira já possuía a Indicação de Procedência, sendo que a Denominação de Origem vem para coroar um trabalho coletivo. Os produtos da DO expressam tipicidade associada à região de produção, incluindo clima e solo, técnicas de produção vitícola, favorecida pela alta especialização na elaboração dos espumantes”, resume o pesquisador Jorge Tonietto, da Embrapa Uva e Vinho, que liderou todo o projeto de pesquisa.

    A estruturação da DO Altos de Pinto Bandeira foi coordenada e financiada pela Embrapa Uva e Vinho, com a participação da Embrapa Clima Temperado, da Universidade de Caxias do Sul (UCS), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Asprovinho

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    -Publicidade -spot_img

    Últimas notícias