spot_img
spot_img
sábado, 24 fevereiro, 2024
More
    InícioCOLUNASCultura AtivaComplexo Cultural do Choro: Armandinho faz tributo ao pai, seu Osmar

    Complexo Cultural do Choro: Armandinho faz tributo ao pai, seu Osmar

    -

    Complexo Cultural do Choro celebra centenário de Osmar Macedo, pai do trio elétrico e da guitarra baiana, conduzido por Armandinho. Choro, gafieira e roda de música infantil marcam a programação do domingo, 03 de dezembro

    No ano em que se comemora o centenário de Osmar Macêdo, o inventor do trio elétrico ao lado de Dodô, o Complexo Cultural do Choro receberá Armadinho, em um tributo para lá de especial a esse ícone da música brasileira. Além da emocionante homenagem do filho para o pai, o público poderá conferir a cantora Célia Porto, muito choro com o Regional Choro Livre e o baile de gafieira da companhia de dança Ricardo Lira com a bela voz de Celia Rabelo.

    As datas de 01 e 02 de dezembro foram as escolhidas para o último tributo do projeto, quando Armandinho se apresenta para homenagear a trajetória do seu pai, Osmar Macêdo. Armandinho vai tocar composições de Osmar com outros parceiros, tais como: Pombo Correio, Já Vai Tarde e Taiane, além de composições de seu repertório com o Trio Elétrico Armandinho, Dodô e Osmar e da sua banda A Cor do Som, músicas como: Chame Gente, Zanzibar, Beleza Pura, Bolero de Ravel, Smoth do Santana. Os shows acontecerão no Clube do Choro de Brasília que aguarda grande público para este momento.

    No sábado, dia 02, a programação começa cedo. A partir das 10h, um ensaio aberto dos alunos e professores da Escola de Choro Raphael Rabello mostram todo talento dos alunos formados na Escola, além de ser aberta a qualquer músico que queira participar.

    Em seguida, o almoço é com samba dando ritmo na tradicional feijoada da Casa, onde ninguém ficará parado. Ainda no sábado, às 20h30, Armandinho voltará aos palcos do Clube do Choro para uma segunda apresentação do Tributo.

    No domingo, as famílias têm um momento especial reservado. Uma programação para todas as idades que inicia na área externa, com o Piquenique Chorão que receberá Célia Porto, cantora e professora de musicalização infantil no Projeto Música para Crianças da Universidade de Brasília, para uma roda de música e dança muito animada, envolvendo o público e incluindo a interpretação em libras para pessoas com deficiência auditiva.

    Em seguida, é chegado o momento do público ocupar o Clube do Choro para uma roda democrática em que o grupo Choro Livre, recém chegado de turnê internacional, contará com as presenças dos músicos Larissa Umaytá com seu pandeiro, já consagrado na roda de choro, o gaitista Pablo Fagundes, representante nato da música contemporânea brasiliense, e o flautista Sergio Morais.

    E para fechar o domingo com muito ritmo, o Domingo no Clube receberá a companhia de dança Ricardo Lira com o “Gafieira Livre: o Baile”. Uma iniciativa que busca homenagear a gafieira estudantina, resgatando tanto seus personagens, quanto seu estatuto nos bailes dançantes de época. A proposta busca resgatar a cultura carioca de dançar na gafieira, valorizando a etiqueta e o glamour da dança de salão. Com um tom casual, “Gafieira Livre: o Baile” proporciona um ambiente descontraído e animado para os amantes da dança, onde é possível vivenciar a atmosfera única das tradicionais gafieiras, repleta de estilo e energia contagiante. É um convite para se jogar na pista, soltar o corpo e se divertir ao som de clássicos que marcaram época, celebrando a alegria que a gafieira representa. Sendo essa a proposta, a música fica por conta da cantora Celia Rabelo, acompanhada por grande elenco musical.

    Sob a direção da companhia de dança Ricardo Lira, esses personagens ganharão vida em uma bela apresentação. É uma oportunidade única de vivenciar a atmosfera descontraída e animada dos bailes de gafieira cariocas. Venha se divertir e dançar no Clube do Choro!

    O Complexo Cultural do Choro é apresentado pelo Ministério da Cultura, Shell e Instituto Cultural de Educação Musical de Brasília (ICEM).

    “A Shell entende ser fundamental o fomento à cultura como ponte para o desenvolvimento e a cidadania. O Complexo Cultural do Choro traduz esses valores ao desenvolver atividades que englobam diversas áreas culturais e diferentes públicos, contribuindo para o empreendedorismo e o desenvolvimento da cidadania”, ressalta Glauco Paiva, gerente executivo de Comunicação e Responsabilidade Social da Shell Brasil.

    Confira a programação:

    01 de dezembro, sexta-feira

    20h30 – Armandinho em Tributo a Osmar Macêdo

    02 de dezembro, sábado

    10h – Ensaio Aberto Alunos e Professores da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello

    12h – Feijoada com Samba

    20h30 – Armandinho em Tributo a Osmar Macêdo

    03 de dezembro, domingo

    16h – Piquenique Chorão, com Célia Porto em roda de música

    17h – Choro Livre convida: Larissa Umaytá, Pablo Fagundes e Sergio Morais

    18h45 – Domingo no Clube com Gafieira Livre: o Baile

    Serviço

     

    Complexo Cultural do Choro de Brasília

    Dias: 01, 02 e 03 de dezembro (sexta-feira, sábado e domingo)

    Endereço: Espaço Cultural do Choro – Setor de Divulgação Cultural – Eixo Monumental.

    Telefone: (61) 3226-3969

    Acesso livre e gratuito, com exceção do Tributo a Osmar Macêdo, show Armandinho, ingressos em www.bilheteriadigital.com.br

    Valor: R$ 50 (meia-entrada) / R$ 100 (inteira).

    Classificação indicativa: livre para todos os públicos.

     Para outras informações, estou à disposição.

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    -Publicidade -spot_img

    Últimas notícias