spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
quinta-feira, 18 abril, 2024
More
    InícioBrasilProdução brasileira de aço cai 7,1% até novembro

    Produção brasileira de aço cai 7,1% até novembro

    -

    Segundo dados divulgados pelo Instituto Aço Brasil (IABr), a produção nacional de aço bruto somou 29,35 milhões de toneladas no acumulado até novembro de 2023, uma queda de 7,1% na comparação com o mesmo período do último ano. Na mesma base de comparação, as importações alcançaram 4,5 milhões de toneladas, 49,9% a mais, e as vendas internas caíram 5%, fechando em 18 milhões de toneladas até novembro.

    Por força das importações, o consumo aparente (vendas internas mais importações por distribuidores e consumidores) alcançou 21,96 milhões de toneladas nos onze meses de 2023, um incremento de 0,5% sobre 2022, enquanto as exportações fecharam 0,9% inferiores ao que foi verificado nos onze primeiros meses de 2022, atingindo 10,9 milhões de toneladas. “A tendência de entrada de aço estrangeiro no País se mantém em alta, e, por esse motivo, a indústria do aço segue defendendo a elevação temporária e emergencial da tarifa de importação de 9,6% em vigor para a maioria dos produtos, para 25%, em 18 NCMs (Nomenclatura Comum do Mercosul), de um total de 273 NCMs, uma vez que outros mercados relevantes, como Estados Unidos, União Europeia, Reino Unido e México, seguem com suas defesas comerciais nesse patamar. Enquanto essa assimetria não for corrigida, o aço produzido em países que subsidiam suas indústrias para vender a preço de custo ou abaixo dele continuará inundando preferencialmente o mercado brasileiro”, diz Marco Polo de Mello Lopes, presidente executivo do Instituto Aço Brasil.

    Entre janeiro e novembro, a China respondeu por 58% das importações, tendo atingido 71% em novembro. A capacidade instalada média da indústria do aço entre janeiro e novembro atingiu 62,7%, abaixo dos 67,6% verificados em igual período de 2022. Em novembro, na comparação com um ano antes, a produção de aço subiu 3,8%, para 2,7 milhões de toneladas; as vendas internas caíram 2,1%, para 1,6 milhão de toneladas; importações subiram 9,2%, para 402 mil toneladas; e as exportações cresceram 19,9%, para 971 mil toneladas. O consumo aparente, nessa comparação, fechou em 2 milhões de toneladas, 2,5% a mais que novembro de 2022. Pelo 14º mês consecutivo, o Índice de Confiança da Indústria do Aço (ICIA), calculado pelo Instituto Aço Brasil, fechou abaixo de 50 pontos, o que denota falta de confiança do setor. Em dezembro, o indicador aumentou 1,8 ponto, atingindo 37,7 pontos.

    Fonte: Brasil 61

    Foto: Divulgação/Brasil Mineral

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    -Publicidade -spot_img

    Últimas notícias