0
0

 

Entre belas paredes

Lisas, texturizadas, coloridas ou emolduradas, as paredes ganham destaque em ambientações

A protagonista deste especial é uma certeza em vários projetos, mas nem sempre tem seu potencial, funcionalidade e beleza bem aproveitados. Responsável por dividir ambientes pode, também, proporcionar identidade e aconchego, se bem planejada. Sabe do que falamos? Sim, das paredes. Engana-se que pensa que elas servem apenas para segmentar ambientes e está certo quem as vê com olhos visionários de quem enxerga nelas aliadas da decoração!

Além de dividirem os espaços, as paredes podem ditar o estilo de cada ambiente. Coloridas, texturizadas, clássicas ou com estampas, elas são capazes de “sustentar”, definir e até mesmo anunciar a identidade que será adotada em todo o projeto de interiores. A partir das paredes e por meio delas podemos sim mandar uma mensagem diferenciada, sempre com cuidados essenciais, como priorizar a harmonia entre as escolhas e evitar a poluição visual.

As paredes lisas, por exemplo, abrem espaço para possibilidades de cores e estampas nos decorativos, já as paredes estampadas, com imagens, geometria ou outros, pedem adornos e mobiliários neutros, de forma a evitar o excesso de informação. Quando a opção é por texturas ou por painéis, o aconchego é uma certeza. E o mix de quadros ou colecionáveis pede também a regra da harmonia. Para planejar a parede perfeita, a dica é apostar na ajuda de um profissional especialista no tema, para que o resultado final seja de aconchego e beleza sem igual.

Os revestimentos com efeito 3D, por exemplo, são tendências da decoração de interiores. Além de proporcionar sensação de profundidade ou movimento, garantem ainda um efeito diferenciado e moderno. Já as paredes lisas e em tons claros são escolhas certas para quem busca amplitude para um determinado ambiente.

Outro recurso em alta, as formas geométricas levam personalidade e podem ser exploradas nos mais diversos espaços, como salas e até mesmo banheiros. A solução é ideal para dar destaque às paredes, que ganham nova vida após receberem triângulos, losangos ou demais formas, que podem vir através de pinturas, papéis de parede ou azulejos.

Para quem gosta da ideia, mas quer apostar em algo mais clássico, uma ótima pedida é o uso de papéis texturizados, com toque de relevo que pode ou não ser sutil, variando de acordo com a preferência do usuário, espaço disponível e efeito desejado. A escolha serve, por exemplo, para setorizar espaços de um amplo escritório com poucas divisórias e também para corrigir falhas ou irregularidades.

 

Projeto Corporativo Mix Arquitetura. Foto: Divulgação
Projeto Corporativo Mix Arquitetura. Foto: Divulgação
Geometria nas paredes. Projeto Maison por Lídia Branquinho e Marcus Leite. Foto: Divulgação
Projeto Maison por Lídia Branquinho e Marcus Leite. Foto: Divulgação
Proteto Residencial Simmetria Arquitetura

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COLUNAS EM DESTAQUE