Início Arquitetura & Construção Arte que decora, envolve e personaliza ambientes
Arte que decora, envolve e personaliza ambientes

Arte que decora, envolve e personaliza ambientes

2
0

Quadros são escolhas certeiras na finalização de ambientações exclusivas

Paredes com história. Essa é uma boa definição para o uso de obras de arte, fotografias, quadros diversos, não só como artifícios da decoração, mas como uma maneira de proporcionar um diferencial a um espaço, seja ele comercial ou residencial. O quadro é às vezes o toque final de uma ambientação, mas pode ser também o ponto de partida dela. O fato é que quase sempre ele está lá dando o ar da sua graça, levando suas cores e fazendo parte de muitos momentos, afinal, ele não é uma tendência, ele é uma certeza. Como afirmo isso? Basta um giro por galerias e nas principais mostras da cidade.

No Loft da mostra CASACOR, por exemplo, vemos obras de um dos mais famosos artistas da nova geração, Gabriel Wickbold. Em meio aos elementos naturais como madeira, palhinha e pedra, lá estão três quadros de cores marcantes e beleza estonteante para prender a atenção de quem os observa. Como moldura da cama presente na área do quarto do espaço integrado, as obras se destacam com facilidade e elegância proporcionando modernidade e leveza ao ambiente.

Para os admiradores do toque clássico e artesanal, o trabalho do artista Beto Pezão está eternizado em telas que ocupam espaço multiuso do evento, dando uma nova possibilidade de uso às obras. A peça faz parte do projeto Arte Brasil – Um Olhar, que conta com quadros impactantes e encantadoras, que trazem além da arte e do talento brasileiro, um olhar artístico do que é produzido no País. Essa tendência afetiva e artesanal também vemos no Espaço de Convivência da exposição, com muitos quadros dispostos em uma única parede.

Já os amantes de obras que remetem a bons momentos praianos, a Sala de Banho conta com obra especial que leva o seu admirador diretamente para uma praia no México, afinal, quando falamos de arte, ousamos falar também de memória afetiva, de sonhos e anseios, não é mesmo? E nada melhor do que levar para a nossa casa, para o nosso espaço, aquilo que mais admiramos e desejamos para os nossos dias.

Dica do Egito

Garimpar em galerias é, com toda certeza, uma das etapas mais especiais de um projeto. Recentemente prestigiei a celebração dos 10 anos da Urban Arts, que além de lançar um livro, apresentou também uma novidade: agora imprimem grandes formatos, além da comercialização de diferentes formas e acabamentos do seu acervo de mais de 100 mil artes autorais com tiragem limitada. Dica que merece ser compartilhada.

Esculturas do artista Beto Pezão, retratadas pelo projeto Arte Brasil. Projeto de Larissa Dias. Foto: Clausem Bonifácio
Arte de Gabriel Winkibold, em projeto Alf Arquitetura. Foto: Jomar Bragança
Ambiente Studio
Ambiente Elaine Verçosa e Yeda Garcia.
Garagem Ella de Thales Zago e Mara Magalhães exibe quadros africanos._Foto:  Jomar Bragança

(2)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *