Início Cozinha & Cia Cerrado – um prato cheio
Cerrado – um prato cheio

Cerrado – um prato cheio

0
0

“O Cerrado é extremamente rico e nós estamos perdendo essas riquezas sem ter feito um registro gastronômico válido”, com essa provocação, o chef Francisco Ansiliero, dono da rede Dom Francisco, chamou a atenção para a importância de valorizar os produtos nativos do Cerrado, durante a abertura do CasaPark Gourmet, no dia 9 de novembro.

A 8º edição do CasaPark Gourmet aconteceu entre os dias 9 e 12 de novembro, no CasaPark, com o objetivo de apresentar a diversidade de sabores e preparos feitos a partir de produtos artesanais brasilienses. Com uma intensa programação de atividades para os apreciadores da boa gastronomia, o evento ofereceu oficinas para crianças, aulas-show com chefs locais, degustações e a ‘Feira Gourmet’.

Considerado o grande nome da gastronomia brasiliense e um dos pioneiros na valorização de ingredientes do cerrado, Francisco Ansiliero contou sobre seu início em Brasília, há 29 anos, em que se propôs a ouvir o que os brasilienses queriam comer e incluiu o resultado da pesquisa no cardápio: tambaqui, bacalhau e picanha. “Mas os ingredientes tinham que vir de São Paulo. No caso das ervas, precisava solicitar com 72 horas de antecedência. Hoje somos abençoados. Na Ceasa encontramos todos os produtos frescos, recém colhidos, porque temos brasilienses plantando, produtos orgânicos, agricultura familiar produzindo tudo com excelente qualidade. Precisamos valorizar isso”, conta.

Com o tema “Brasília fora do quadrado”, os chefs Mara Alcamim (Universal Diner), Francisco Ansiliero (Dom Francisco) e Gil Guimarães (Baco e Parrilla Madrid) abriram o a 8ª edição do evento, que contou ainda com uma aula com Harmonização de Vinhos Brasileiros, oferecida pela vinícola Casa Valduga.

De acordo com a organizadora do evento, Luciana Alcamim, a ideia é tornar conhecido o trabalho dos produtores locais e, desse modo, o potencial da gastronomia da região. Além disso, durante as aulas, o público pôde conhecer receitas com queijos artesanais brasileiros e aprender, com sommeliers, a harmonizar os pratos dos chefs com vinhos brasileiros.

 __________________________________________

Receitas

Pudim de Leite com Jatobá com Calda de Cagaita

Ingredientes:

PUDIM

2 latas de leite condensado

2 latas de leite (use a mesma medida do leite condensado)

5 ovos peneirados

5 colheres (sopa) de farinha de jatobá

CALDA SIMPLES

1 xícara (chá) de água

2 xícaras (chá) de açúcar refinado

CALDA DE CAGAITA

500 g de geléia de cagaita

200 ml de água

1 colher (sopa) de suco de limão

Modo de preparo

Pudim – Bata todos os ingredientes no liquidificador, peneire o caldo e despeje numa fôrma de pudim, já caramelizada. Leve ao forno pré aquecido, em banho maria, a 180° C por 1h30.

Calda de cagaita – coloque a geléia de cagaita na água para dissolver e assim que ficar mais fluida, incorpore o suco de limão e deixe encorpar (+/- 15 minutos) e deixar caldo grosso.

Montagem: Em um pratinho de servir coloque o pudim no centro e ao lado a redução da cagaita.

__________________________________________

Mousse de baru

Ingredientes

500 g de ricota

1 lata de creme de leite com soro

1 pote de cream cheese

1 gelatina sem sabor, incolor e hidratada

1 xícara de água

1 colher (café) de noz-moscada

1 colher (sopa) de farofa de baru (baru torrado e moído – pode ser batido no liquidificador)

Sal a gosto

Modo de preparo

 

Na batedeira, bata a ricota e o cream cheese até obter um creme leve e fofo. Acrescente o creme de leite e os demais ingredientes, mexendo levemente. Coloque em uma forma untada com azeite e leve para gelar. Desenforme e sirva com torradas.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COLUNAS EM DESTAQUE

Powered by moviekillers.com