Início Enogastronomia  Cerveja para os pais
 Cerveja para os pais

 Cerveja para os pais

0
0

 

Cerveja, a “bebida divina” dos sumérios, também é a preferida entre os pais de todo o mundo. A cerveja está presente desde o início da civilização, o Código de Hamurabi, registrado em 1730 a.C. estabelece que os trabalhadores deveriam receber dois litros de cerveja por dia, os servidores civis três litros e os administradores e sacerdotes cinco litros. No Brasil, a história da cerveja começa em 1637 com a chegada de Maurício de Nassau, que trouxe uma fábrica de cerveja desmontada. Em 1808, a família real portuguesa de mudança para o Brasil colônia, trouxe muita cerveja, pois o rei era apreciador e não podia ficar sem consumir a bebida.

Na antiguidade, as cervejas eram produzidas por padeiras pois as matérias primas utilizadas eram grãos de cereais e leveduras, ingredientes com o qual já eram familiarizadas. Hoje são produzidas por Mestres Cervejeiros muito capacitados, com grande conhecimento em bioquímica, microbiologia e analise sensorial. Além disso, o mestre cervejeiro está cercado de moderna tecnologia na cervejaria.

As cervejas são classificadas segundo o tipo de fermentação em dois grandes grupos, Ales e Lagers, que se subdividem em diversos grupos que variam em função das matérias primas e dos processos utilizados na fabricação. As Ales são produzidas com leveduras que agem no topo do mosto, ou seja, são as chamadas cervejas de alta fermentação, via de regra, produzem cervejas de aromas e sabores mais variados e intensos. Já as Lagers, produzidas com leveduras que agem no fundo do mosto, dominam o mercado de vendas brasileiro, pois normalmente são mais refrescantes e leves, seus aromas são mais suaves.

Em homenagem aos pais, nesta edição, vamos dar dicas para você adquirir a cerveja adequada para cada momento ou até mesmo para acertar na hora de presentear.

cervejasPraia

Para um dia de calor na praia ou na beira da piscina, o recomendado é uma boa Pilsner, cerveja Lager, dourada, leve e muito refrescante. A dica é a Eisenbahn Pilsen, cerveja de puro malte, com aromas de malte e lúpulo. O ideal é ser servida no copo Pokal a 3°C.

Churrasco

Para a cerveja harmonizar bem com aquela tradicional gordurinha da picanha, precisamos de uma cerveja com um teor alcoólico elevado, o estilo American IPA acompanha muito bem. A dica é a cerveja Dogma Touro Sentado, uma cerveja de cor alaranjada, com muito aroma de lúpulos americano, com amargor acentuado. Deve ser consumida entre 4 a 7°C.

Massas

As massas, em si, são de sabores neutros e combinam muito com o malte das cervejas, então temos que levar em consideração o molho e o recheio. Para a tradicional massa com molho de tomates, indicamos a cerveja American Red Ale da cervejaria artesanal Dream of Beer. A Dream of Beer representa muito bem Brasília no mercado de cervejas artesanais, produzindo cervejas sob um rigoroso controle de qualidade e receitas únicas. A cerveja American Red Ale da Dream Of Beer harmoniza muito bem com molhos a base de tomate, pois possui leve dulçor inicial e notas carameladas de malte, com pouco amargor. Temperatura de serviço entre 10 a 12°C.

Culinária Japonesa

Para culinária japonesa, a cerveja deve ser leve, fresca, de textura cremosa e com boa carbonatação, neste caso, indicamos as Witbier. A cerveja espanhola Estrella Damm Inedt Witbier harmoniza muito bem, cerveja feita com maltes de cevada e de trigo, além de especiarias como coentro, casca de laranja e alcaçuz, a temperatura de serviço é entre 3 a 5°C.

Comidas picantes

A culinária Mexicana é tradicionalmente apimentada, neste caso o amargo do lúpulo ameniza a sensação picante que as pimentas provocam, assim você sentirá muito bem o sabor da comida e também da cerveja. Sugerimos a Brooklyn East Ipa, cerveja estilo American Ipa, com aroma e sabor de lúpulo cítrico e leve dulçor do malte. Temperatura de serviço entre 5 a 7°C.

Sobremesas

Para os pais apaixonados por sobremesas, o ideal são as cervejas estilo Stout ou Porter, estas harmonizam perfeitamente com chocolate, pois possuem notas de torrefação, aromas de café e cacau. A dica é a cerveja Worthy Lights Out Stout, cerveja de estilo Stout inglês, encorpada, muito escura, doce e com o toque especial de baunilha de madagascar. Deve ser consumida entre 8 a 12°C.

Gostou das dicas? Deseja aprimorar seus conhecimentos em cerveja especiais? Então conheça a Science of Beer, a instituição promove cursos voltados ao mercado cervejeiro em todo o Brasil. O mundo da cerveja é ilimitado, apaixone-se.

 

 

 

 

 

 

Sérgio Paiva Gastrólogo especialista em vinhos sergioenogastronomia@gmail.com

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COLUNAS EM DESTAQUE

Powered by moviekillers.com