Início Bela Forma & Estética Dia do Homem: dicas de cuidados para manter a saúde e beleza em dia
Dia do Homem: dicas de cuidados para manter a saúde e beleza em dia

Dia do Homem: dicas de cuidados para manter a saúde e beleza em dia

21
0
Dermatologista fala sobre corpo, pele, cabelo e depilação masculina
Quando se fala em procedimentos de beleza, automaticamente, se pensa no público feminino. Contudo, não são só as mulheres que devem estar em dia com os cuidados com o corpo e rosto. A cútis masculina, por exemplo, tem necessidades especiais, que devem ser compreendidas para manter a saúde em dia.

No próximo dia 15 de julho é celebrado o Dia do Homem e para mostrar  a importância dos cuidados com o público masculino, o dermatologista Erasmo Tokarski, especialista em pele há mais de 30 anos, explica sobre alguns tratamentos e procedimentos que podem fazer parte da rotina. Confira:

Depilação a laser – não é de hoje que a adesão ao laser para se livrar dos pelos se tornou frequente entre o público masculino. Ela pode ser aplicada, na barba, sobrancelha, axilas, tórax, entre outras partes do corpo. Contudo é preciso escolher a técnica correta para conseguir a desejada pele lisinha e saudável e assim, evitar problemas como coceira, foliculite, irritação e até manchas na pele. Segundo Tokarski, em média são realizadas seis sessões para a conclusão do procedimento, mas o número pode variar a cada paciente e pode ser preciso também a realização de manutenção. O dermatologista ressalta que a intervenção deve ser bem discutida antes de ser realizada, uma vez que a depilação é definitiva.

“Nos homens, a  quantidade de pelos é maior e eles são mais grossos, o que gera uma grande chance de irritações, pseudofoliculites (pelos encravados) e foliculites (inflamação do folículo com ou sem infecção). Nesse sentido, o laser tem vantagem, pois o índice do problema com o procedimento é menor, contudo deve ser bastante pensada,” diz Tokarski.

Pele – a pele masculina tem características bastante específicas em relação à feminina. Por conta dos hormônios, como por exemplo, a testosterona, essa parte do corpo possui uma tendência maior à oleosidade. Devido a alta produção de sebo, a textura, espessura e densidade da pele também podem ser alteradas. Para o especialista é preciso cuidado com a região, uma vez que cada pele responde de uma forma particular.

“Para os homens que têm a pele oleosa – poros dilatados, espinhas e brilho intenso -, é essencial seguir uma rotina de cuidados com o uso de produtos adequados para a higienização e hidratação a fim de controlar todos esses problemas”, pontua Tokarski.

Já para quem tem a pele seca, o dermatologista afirma que a hidratação e o uso do protetor solar são essenciais. “Ao contrário da pele oleosa, uma pele seca tem baixíssima produção de óleo, o que a pode deixar desidratada, sem brilho e muitas vezes opaca”, explica. Segundo o profissional esse tipo de pele se caracteriza por ser descamativa e fina.

Com relação aos procedimentos estéticos, também há indicações para o público masculino. O dermatologista diz que os homens costumam procurar por botox, peeling e harmonização facial, principalmente nas regiões do queixo e nariz.

Cabelos – as madeixas masculinas são outro ponto que necessitam de cuidados. Quando aparentam estar danificadas é um sinal de que precisam de nutrição. Por outro lado, por também ser mais oleoso é preciso atenção com o cabelo masculino para evitar a famosa dermatite seborreica.

Para Erasmo Tokarski, o paciente deve procurar ajuda de um profissional sempre que notar algo de diferente no couro cabeludo ou em outras partes do corpo. “É comum a gente ver pessoas usando produtos por conta própria para tratar oleosidade, calvície, dermatites, alergias entre outros. Isso é um erro gravíssimo. É preciso conhecer a origem do problema para iniciar o tratamento adequado. A ajuda profissional é essencial”.

Com relação a calvície, o dermatologista aponta que o problema pode ter como origem a genética. Entretanto, apesar de ser hereditária, atualmente, existem tratamentos bastante eficientes capazes de postergar a queda capilar. Além disso, os implantes atuais também são uma opção. Somente o profissional poderá identificar as causas e orientar o paciente.

Corpo – os cuidados com o corpo também estão em alta. De acordo com o especialista, o público masculino costuma procurar tratamento para remoção de pintas indesejadas quando não há suspeita de câncer e também para eliminar ou amenizar estrias. O médico aponta que os homens também costumam se preocupar com a flacidez ou gordura localizada na região do queixo e pescoço.

“Os procedimentos são basicamente os mesmos que as mulheres procuram. Não há restrição quanto a fazer, o que deve ser sempre avaliado é a necessidade e o profissional escolhido. É imprescindível que qualquer intervenção seja feita por alguém habilitado”, pontua.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *