Início Cozinha & Cia Emater-DF participa de distribuição de 6 toneladas de peixe na Esplanada
Emater-DF participa de distribuição de 6 toneladas de peixe na Esplanada

Emater-DF participa de distribuição de 6 toneladas de peixe na Esplanada

27
0

A Emater-DF participa no dia 7 de agosto do 1º Festival Gastronômico do Tambaqui, que será realizado na Esplanada do Ministério, quando serão distribuídas 6 toneladas do peixe à população. O evento é promovido pelo governo de Rondônia, maior produtor de tambaqui e terceiro maior de pescado do país, com apoio do sistema Agricultura (Emater-DF, Secretaria de Agricultura e Ceasa) e da Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura.

Para participar, basta levar 1 kg de alimento não perecível. O alimento dará direito a um ticket para degustação do Tambaqui. A degustação é limitada a um ticket por pessoa. Os peixes distribuídos à população serão assados em uma churrasqueira com 150 metros de comprimento, que será montada na Esplanada dos Ministérios. O objetivo do evento é divulgar essa espécie de pescado produzido na região amazônica e as possibilidades mercadológicas da produção.

Além de ser o terceiro maior mercado consumidor de pescado do Brasil, o Distrito Federal é um dos principais destinos do tambaqui de Rondônia e um potencial polo exportador, já que possui empresas com estrutura de armazenamento e um aeroporto internacional com terminal de cargas e competitivo para escoar a produção para países europeus, por exemplo. Atualmente, Rondônia exporta tambaqui para o Peru, Colômbia e Canadá.

No evento na Esplanada, a Emater-DF vai montar um tanque e um aquário demonstrativo com tambaqui amazônico e dará minipalestras a produtores e a quem quiser iniciar uma produção em parceria com a Secretaria de Agricultura. Com o apoio da Ceasa, a Emater-DF vai disponibilizar três receitas de pratos à base de tambaqui para degustação: almôndegas, creme e pirão. Panfletos com as receitas serão distribuídos à população.

Produção de pescado no DF

A Emater tem contribuído para o aumento da produção de peixes no Distrito Federal por meio de assistência técnica especializada, palestras e cursos que ensinam produtores e interessados a como produzir mais com custos menores.

Os cursos mostram as técnicas e instrumentos que podem ser usados para reduzir os custos de produção, como a criação em tanques de ferro-cimento (estrutura mais barata e produtiva que os tanques convencionais), a aquaponia (uso compartilhado da água dos tanques de criação também na produção de hortaliças), sistema de alimentação com bioflocos (que faz com que o produtor economize até 30% do custo de ração e até 97% do consumo de água) e energia fotovoltaica (para manter a oxigenação dos tanques reduzindo o custo com eletricidade).

Em 2018, o Distrito Federal tinha 538 piscicultores, com uma produção total de cerca de 1,5 mil toneladas de pescado. A principal espécie criada no Distrito Federal é a tilápia, seguida do tambaqui e seus híbridos. Toda a produção local é consumida no próprio DF.

Serviço
1º Festival Gastronômico do Tambaqui
Degustação aberta à população
Data: 07/08 (quarta-feira)
Horário: a partir de 9h
Local: Esplanada dos Ministérios

Por Fausto Carneiro – Emater-DF

(27)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *