Início Bela Forrma & Estética Harmonização facial: métodos para um rosto mais proporcional estão em alta
Harmonização facial: métodos para um rosto mais proporcional estão em alta

Harmonização facial: métodos para um rosto mais proporcional estão em alta

22
0

Já pensou em ter uma face mais harmônica fazendo mudanças pontuais e sutis? Técnicas cirúrgicas e dermatológicas garantem isso aos pacientes

Não é novidade que o Brasil é um verdadeiro lar de vaidosos. De acordo com o último relatório publicado pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, o país fica em 2º lugar no ranking de procedimentos estéticos no mundo todo, estando atrás apenas dos Estados Unidos. Desde que com responsabilidade e tendo em mente que a dita “perfeição” não existe, um cuidado com a beleza aqui e ali não faz mal à ninguém, certo? Dentre eles, alguns dos mais procurados ultimamente são os de harmonização facial.

Com tantos procedimentos disponíveis, é importante ter equilíbrio na hora de optar pelas técnicas e não exagerar, evitando assim efeitos indesejáveis, falta de proporção entre as áreas e até mesmo deformações. A harmonização facial é um conjunto de técnicas combinadas para o equilíbrio estético e funcional da face do paciente. De acordo com dermatologista Mayanna Maia, é importante lembrar que harmonia e simetria são coisas completamente diferentes. “Temos que partir do princípio que ninguém é cem por cento simétrico, e nem deveria ser. Buscamos uma face proporcional, harmônica e natural”, diz.

A médica ainda diz que, muitas vezes, os pacientes não sabem identificar o que realmente os incomoda. “Nem sempre o que você acha que deve mudar é o que realmente vai trazer resultados satisfatórios. Analisamos o rosto como um todo e, ao final, explicamos as principais características da face e as prioridades no tratamento”, explica. Existem diversas maneiras de deixar o rosto mais belo por meio da harmonização e todas elas devem ser feitas apenas por profissionais capacitados.

Entre as técnicas menos invasivas, na área da dermatologia, o MD Codes é um dos mais modernos. O tratamento, que é a abreviação de Medical Codes, consiste em um mapeamento completo da face, identificando nela pontos específicos que podem ser trabalhados para trazer harmonia. Todo o procedimento é feito por meio de pequenas aplicações em várias áreas do rosto, como olheiras, lábios, sobrancelhas, queixo, bigode chinês etc. O conteúdo das injeções varia de acordo com cada uma delas e com o objetivo final, podendo ser utilizados produtos como preenchimentos e toxina botulínica. Além de ser extremamente sutil, o MD Codes não exige nenhum período de recuperação após o procedimento e pode ter resultados que duram até dezoito meses.

Atrás de resultados definitivos?

No âmbito da cirurgia plástica, a técnica de harmonização facial mais procurada ainda é a rinoplastia, mais conhecida como plástica no nariz. A novidade é que, de acordo com a cirurgiã plástica Wanessa Sigiane, o método tem sido feito em associação com a mentoplastia, que consiste no aumento do queixo com próteses ou enxerto de gordura. “O nariz e o queixo têm uma forte relação um com o outro na harmonia facial. Logo, os dois procedimentos são feitos em conjunto para que o resultado final seja mais satisfatório. A união dos dois é chamada de perfiloplastia”, explica.

Outras áreas também podem ser trabalhadas na mesa de cirurgia. Se você quiser bochechas menores e um rosto mais fino, pode lançar mão da bichectomia, que é a retirada parcial do tecido gorduroso da área. Já para quem se incomoda com as olheiras, existe a blefaroplastia, que retira bolsas de gordura, excessos de pele e melhora a flacidez da área das pálpebras inferiores. Para quem tem um pouco mais de idade, Wanessa recomenda o lifting facial. “Trata-se de um rejuvenescimento completo. Reposicionamos tecidos, fazemos enxertos de gordura em pontos específicos e aprimoramos os contornos da face”, finaliza.

(22)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COLUNAS EM DESTAQUE