Pimenteiras

Pimenteiras

0
0

Era uma vez um lírio. Ele morreu. Não joguei o vasinho com terra fora. Deixei na janela junto a outros também com terra de flores que morreram. Um belo dia, comecei a jogar sementes de pimentas nesses vasinhos. Li que pimenteiras precisam de sol o solo úmido para frutificar. Então passei a regar os vasinhos na janela. Todos os dias. Embora não houvesse qualquer indício de que qualquer coisa fosse brotar, continuei obstinada e religiosamente colocando água na terra todos os dias. E, então, de repente, do nada, eu estava na janela e ele estava lá. Timidamente, um brotinho com duas folhinhas verdes, no vasinho que antes tinha um lírio. Ainda não dava para saber o que era, mas eu senti algo preencher meu coração. Havia algo especial ali. Continuei a regar, apreciando cada folhinha nova que nascia no pezinho de qualquer coisa provavelmente de pimenta. Mas não deixei de regar os outros vasinhos, afinal, também havia semeado nos outros. Mas a pimenteira no vaso do lírio crescia, cada vez mais linda, fácil, tão fácil, que eu tinha certeza que logo colheria pimentas.

Eis que algum tempo depois, outra surpresa: algo começou a brotar em outro vasinho. Um vasinho até mais antigo. E eu fiquei radiante também. Só que, enquanto a segunda pimenteira começou a crescer vertical e vertiginosamente, a primeira estancou. Continuou linda, porém parou de crescer. Parecia até estar com ciúmes ou incomodada com a outra. Será que isso é possível no reino das plantas?

Semana passada, quando cheguei do trabalho e abri a janela para regar minhas plantinhas, havia uma flor. A pimenteira do vasinho antigo estava dando uns brotinhos de flor. Meus olhos brilharam. FINALMENTE. Terei pimentas! Comemorei. Quis sair dançando. Quis contar pra todo mundo. No outro dia, de manhã cedo, a flor estava se abrindo. Que coisa mais linda ver algo que você plantou florescer e imaginar que logo, logo, vai frutificar. Voltei do trabalho ansiosa pra regar minhas plantas e a florzinha estava lá, ainda mais bonita que de manhã. Aberta. Pronta pra dar pimenta, pensei. E assim fui dormir sorrindo pensando nas comidas que temperaria com minhas pimentas.

De manhã, no entanto, a flor havia sumido. Os outros brotinhos também. O que aconteceu? O gato comeu? O vento levou? Nunca descobri. Mas continuo regando meus vasinhos. Um dia hei de ter pimentas.

Receita
Geleia de pimenta
Fazer geleia de pimenta em casa é fácil e muito barato! Essa geleia combina muito bem com queijos, carnes e pães e sempre faz sucesso numa mesa de frios.
Ingredientes:
– 3 pimentas dedo-de-moça sem sementes, picadas;
– 1 maçã sem casca ralada;
– 1/3 xic. (chá) suco de limão;
– 1 dente de alho inteiro;
– 1 xic (chá) de açúcar;
– 2/3 xic (chá) de agua.
Modo de preparo:
Leve ao fogo todos os ingredientes, menos a água. Deixe ferver em fogo baixo por 10 minutos. Adicione a água e mexa mais um pouco até começar engrossar. Retire do fogo, coloque em um recipiente, deixe esfriar e mantenha na geladeira.

RECEITA DE INVERNO
SOPA DE MANDIOQUINHA

O inverno chegou! Com as baixas temperaturas, o organismo gasta mais energia para aquecer o corpo e como consequência a vontade de consumir alimentos mais calóricos aumenta. Mas, é possível preparar uma refeição saudável, que também seja gostosa, aconchegante e quentinha para aguentar os dias frios.
Pensando nisso, a nutricionista e consultora da Superbom, Cyntia Maureen, elaborou uma receita de Sopa de Mandioquinha que é rica em carboidratos e fibras. “Os ingredientes presentes fornecem energia e atuam na regulação intestinal. Além de terem ação oxidante, também contribuem para o controle do colesterol, triglicérides e pressão arterial”, afirma a especialista.

SOPA DE MANDIOQUINHA
Ingredientes:
• 1 kg de mandioquinha
• 2 ½ unidades de cebola cortada em 4 pedaços
• Cebolinha picada (opcional)
• 1 cenoura em cubos cortada al dente
• 1 xícara de milho cozido
• 1 xícara de Bife Vegetal Superbom
• Sal a gosto
• Um fio de azeite de oliva (opcional)

Modo de preparo:
Cozinhe a mandioquinha com a cebola e o sal em 1 litro de água (reserve a ½ cebola). Quando estiver bem cozida, bata com o caldo no liquidificador e com a ½ cebola reservada. Leve ao fogo e acrescente o milho, o Bife vegetal e a cenoura cozida. Deixe ferver. Polvilhe a cebolinha e coloque um fio de azeite.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COLUNAS EM DESTAQUE

Close

Powered by moviekillers.com