Início Cultura Ativa Projeto CineCult exibe Matrix
Projeto CineCult exibe Matrix

Projeto CineCult exibe Matrix

22
0

Película, dirigida por Lilly e Lana Wachowski, conta a história de um jovem programador, atormentado por estranhos pesadelos, que sempre está conectado por cabos a um imenso sistema de computadores do futuro

Nesta quinta, dia 09, às 19h, o CineCult, sob a curadoria de Iria Martins, exibe o filme Matrix, no Teatro do Brasília Shopping.

O filme conta a história de um jovem que descobre ser vítima do Matrix, um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas e cria a ilusão de um mundo real, enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia. A entrada é franca.

É momento oportuno para refletir questões como o que é real e o que não é. E quais as consequências para o indivíduo, quando ele acredita na imagem que NÃO coincide com o real.

Os espectadores poderão entender o porquê quem não conhece o original acaba acreditando no falso. “Imagine as pessoas que tiveram a oportunidade de conhecer pessoalmente Michelângelo”, diz Iria. “Viram-no pintando e esculpindo obras maravilhosas que ficariam para a posteridade. Ou, até mesmo, pense naqueles que não tiveram a oportunidade de vê-lo pessoalmente, mas estudaram com afinco seus feitos. Agora, suponha que surja alguém lá no Nepal afirmando que possui a verdadeira escultura de ‘Davi’, de Michelângelo, e que aquela exposta no Museu da Galleria dell’Accademia, em Florença, na Itália, é falsa e não passa de um simulacro”, instiga a curadora.

“O que você acha que aconteceria? As pessoas que conhecem bem a escultura verdadeira dificilmente acreditariam na história do ‘Davi’ do Nepal.” Segundo Iria, uma vez que o indivíduo conhece o real, ele facilmente reconhece que o outro é o falso, ou que possui qualquer forma de alteração.

Serviço: CineCult 2018 –Matrix– Entrada Franca
Data: 09 de agosto
Horário: 19h
Local: Teatro do Brasília Shopping.
Entrada franca.
Curadoria e organização de Íria Martins

(22)

Brazil Conference Harvard

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COLUNAS EM DESTAQUE