Início Bela Forma & Estética Seca no DF: pele é uma das mais afetadas no período
Seca no DF: pele é uma das mais afetadas no período

Seca no DF: pele é uma das mais afetadas no período

0
0

Além de reforço na hidratação, o uso de produtos adequados é essencial para amenizar o desconforto da temporada

Sem chuva há mais de dois meses, a seca começa a incomodar no Distrito Federal. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), com as baixas temperaturas registradas nos últimos dias, a umidade relativa do ar tende a permanecer em torno dos 35%. É nesse período que a mistura das condições climáticas podem provocar irritações/problemas em diversas partes do corpo, entre elas, a pele.

Para evitar os danos decorrentes desse período e amenizar os efeitos da seca, o dermatologista Erasmo Tokarski ressalta que a hidratação deve começar de dentro para fora. Segundo o especialista, além de reforçar uma alimentação rica em frutas e verduras e aumentar a ingestão de líquidos como água, água de coco, chás e sucos naturais, ter atenção com determinadas regiões do corpo é essencial para não ter desconforto no período.

“Na seca é preciso hidratar a pele de forma geral porém, levando em consideração o método ideal para cada região.   Os lábios, por exemplo, podem descamar. Já as áreas mais expostas como rosto, pés e cotovelos tendem a sofrer rachaduras com os danos causados pelo tempo.O nariz e a mucosa ocular, também são áreas que sofrem bastante na temporada, principalmente em pessoas que já têm algum problema na região”, ressalta o profissional.

De acordo com Tokarski, com a baixa umidade, a  pele tende a perder água mais facilmente. Por este motivo, em tempos de seca, é recomendado o uso de produtos que sejam capazes de criar uma espécie de película protetora como é o caso dos feitos à base de queratina, lanolina, glicerina, ceramidas, vaselina, além de óleos naturais como de amêndoas e de semente de uva. Contudo, o especialista ressalta que é preciso atenção para não confundir hidratação com oleosidade.

“A pele pode estar ressecada porém, oleosa. Isso pode acontecer com o uso de produtos e combinações erradas, como por exemplo, água muito quente na hora do banho e o uso de um sabonete inapropriado. Por este motivo é necessário o acompanhamento profissional para que seja feita a avaliação e a indicação de produtos que atuem de forma preventiva e amenizadora”, alerta o dermatologista.

Para o especialista, os cuidados com a pele devem ser feitos o ano todo,  bem como a utilização do protetor solar, pois são essas ações rotineiras que evitam o surgimento de problemas indesejados conforme o clima de cada estação do ano. Erasmo Tokarski ainda ressalta que cuidar da pele não é só questão estética, mas também de saúde pois, se ela estiver sensível e frágil, pode ser uma porta para outras doenças, como dermatites e alergias”, conclui.

Recomendações de cuidados com a pele no tempo seco:

  • Beber pelo menos 2 litros de água por dia;
  • Utilizar hidratante corporal todos os dias, principalmente após o banho e várias vezes ao dia;
  • Utilizar o protetor solar até mesmo para ficar em casa;
  • Evitar coçar a pele pois pode causar inflamações ou até mesmo infecções;
  • Evitar banhos demorados com água muito quente;
  • Não fazer a automedicação. O uso de soro fisiológico, colírios, pomadas e qualquer outro medicamento devem ser utilizados apenas com orientação médica;
  • Em caso de ressecamento severo da pele, procurar o dermatologista.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *