Início Bela Forma & Estética Técnica que substitui agulhas por pressão cinética é utilizada no tratamento de pele
Técnica que substitui agulhas por pressão cinética é utilizada no tratamento de pele

Técnica que substitui agulhas por pressão cinética é utilizada no tratamento de pele

17
0
Aliada em tratamentos dermatológicos, a tecnologia Enerjet é indolor e oferece resultados rápidos

Quando se fala em tratamentos de pele, automaticamente, se pensa também em procedimentos demorados e que causam dor. Para algumas pessoas, o uso de agulhas em determinados processos pode ser fator decisivo na hora de realizar ou não a intervenção.  Com a promessa de sanar o problema, surgiu a tecnologia Enerjet. O aparelho é uma alternativa que substitui a injeção de medicamentos com agulhas pela pressão cinética.

O método serve tanto para o rejuvenescimento da pele, quanto para tratar problemas como celulite, rugas periorais, flacidez de abdômen, bumbum, mãos envelhecidas, lifting facial, estrias antigas, cicatrizes hipertróficas, queloide, gordura localizada, hiperidrose e queda de cabelo. Tudo isso sem a utilização das temidas agulhas e, praticamente indolor, já que o aparelho utiliza a tecnologia Jet Volumétrica Remodeling (JVR), que consiste em um jato de alta pressão para introduzir os princípios ativos na camada dérmica da pele.

Tratamento

O tratamento não é demorado e necessita, em média, de duas ou até mesmo três sessões para o resultado desejado, podendo variar de paciente para paciente. De acordo com o dermatologista Erasmo Tokarski, que atua na área da Dermatologia, Estética e Cirúrgica há mais de 30 anos, o aparelho é adequado para todos os tipos de pele e para todas as áreas do corpo.

“O Enerjet é um aparelho que usa uma tecnologia super diferenciada, que penetra com o medicamento na pele sem perfurar a pessoa. Essa tecnologia é fantástica, especialmente para quem tem algum trauma ou medo de agulha”, explica o especialista. Ainda segundo Tokarski, a partir de agora, esses pacientes podem fazer os tratamentos de pele sem medo. “A máquina entrega uma quantidade e qualidade maior de medicamento do que normalmente seria se fosse ministrado por meio de injeção”, afirma.

O médico conta ainda que para cada tratamento é utilizado um princípio ativo diferente, como por exemplo para o tratamento de rugas e lifting facial que é indicado o ácido hialurônico alinhado ao Enerjet. Outro exemplo, é no tratamento da hiperidrose que se faz o uso da toxina botulínica. “O uso da nova tecnologia causa uma reação de vermelhidão na pele. Entretanto, não impede que o paciente realize suas atividades normais após o procedimento. Vale ressaltar que é importante observar, pois cada pessoa reage de maneira diferente”, alerta o médico.

(17)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *