sábado, 20 julho, 2024
More
    InícioBrasilDemanda do consumidor por crédito tem queda de 12% em março, aponta...

    Demanda do consumidor por crédito tem queda de 12% em março, aponta Serasa Experian

    -

    Retração foi observada em todas as Unidades Federativas do país, com destaque para o Amapá

    De acordo com o Indicador de Demanda dos Consumidores por Crédito da Serasa Experian, em março deste ano, a busca dos brasileiros por recursos financeiros apresentou queda de 12% em comparação ao mesmo período de 2022. O índice, que vem registrando baixas desde junho do ano passado, teve agora o terceiro tombo consecutivo de 2023. Confira os dados completos no gráfico a seguir:

    Amapá tem a maior baixa do país

    Além disso, as retrações foram observadas em todas as Unidades Federativas (UFs) do país, com destaque para o Amapá que registrou baixa de 27,3%. Segundo o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, a inadimplência recorde (70 milhões de brasileiros), a alta na inflação (IPCA que chegou a 5,60% em 12 meses) e o elevado patamar de juros no país, continuam inibindo a aquisição de recursos de crédito por parte dos consumidores. “O cenário atual exige cautela e planejamento, já que ainda não há uma previsão assertiva para que os fatores que retraem o consumo do crédito no Brasil sejam amenizados”. Veja o detalhamento por UF abaixo:

    Análise por renda mensal revela queda em todas as faixas

    O levantamento ainda mostra que, na análise por renda mensal, as pessoas que recebem entre R$ 500 e R$ 1.000 registraram a queda mais expressiva, essa de -14,5%. Em seguida estão aqueles que ganham até R$ 500 (-13,2%), a faixa entre R$ 1.000 e R$ 2.000 (-10,5%), de R$ 2.000 a R$ 5.000 (-9,0%), R$ 5.000 a R$ 10.000 (-7,9%) e, por fim, os consumidores com renda superior a R$ 10.000 (-7,6%).

    Para conferir mais informações e a série histórica do indicador, clique aqui.

    Metodologia do indicador

    O Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito é construído a partir de uma amostra significativa de CPFs, consultados mensalmente na base de dados da Serasa Experian. A quantidade de CPFs consultados, especificamente nas transações que configuram alguma relação creditícia entre os consumidores e instituições do sistema financeiro ou empresas não financeiras, é transformada em número índice (média de 2008 = 100). O indicador é segmentado por região geográfica e por classe de rendimento mensal.

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    -Publicidade -spot_img

    Últimas notícias