domingo, 14 julho, 2024
More
    InícioDistrito FederalJoão Dória ressalta novas práticas de gestão pública em encontro organizado pela...

    João Dória ressalta novas práticas de gestão pública em encontro organizado pela Fecomércio, Fibra e Lide

    -

    A Fecomércio, a Fibra e grupo Lide realizaram nesta quarta-feira (28) um almoço para empresários com a presença do prefeito de São Paulo, João Dória, que falou para 200 empresários e convidados. O encontro foi realizado no Royal Tulip Brasília Alvorada Hotel. O presidente da Federação do Comércio, Adelmir Santana, destacou que Dória é uma liderança política que vem para renovar o cenário político brasileiro. Durante sua palestra, o prefeito da capital paulista falou um pouco sobre o seu trabalho e sobre a importância de da privatização de estatais para diminuir o Estado e aumentar a eficiência da administração pública.

    “Sempre achei importante a privatização, que ainda hoje é um mito. Há um temor de se falar desse tema: um estado menor é mais eficiente e menos corrupto, mais atento as necessidades reais da população, essa é a realidade. Estado gordo e inchado tende a ser corrupto”, afirmou. “Minha proposta e minha gestão é a de resgatar a cidadania, com um estado eficiente, voltado para questões que realmente importam. Educação, habitação, segurança, transporte e segurança, essas são áreas que o estado precisa estar presente e não administrando centros de convenções, mercados ou cemitérios”, afirmou o prefeito João Dória.

    Antes da palestra, os anfitriões discursaram sobre o significado da vinda de Dória para Brasília. O presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, destacou que a população brasileira já percebe a necessidade de mudanças na política. Segundo ele, Dória é uma das figuras centrais neste processo de renovação do cenário político do País. “Se fizermos uma retrospectiva, já notamos que vem acontecendo mudanças em países como os Estados Unidos e França. No Brasil, essa inovação aconteceu na prefeitura de São Paulo. Muitos ainda lutam contra isso e insistem na política velha, do conchavo e de acordos em questões partidárias. Aqui, hoje, estão empresários sem vinculação partidária que tem esperança na mudança e na nova política. É preciso que entendamos isso”, afirmou Adelmir. O presidente da Fecomércio destacou que é importante uma renovação não apenas nos candidatos, mas sim nos sistemas administrativos e partidários. “Só assim o Brasil encontrará o rumo certo”, concluiu.

    O presidente do  Grupo Lide Brasília, Paulo Octávio, disse que começou a admirar o atual prefeito de São Paulo em 1983, quando Dória presidiu a Paulistur e foi secretário de turismo do município de São Paulo. “Dória também é o responsável pela criação do Grupo de Líderes Empresariais, o Lide, que representa 53% do PIB do País e tem um papel importantíssimo”, afirmou. Paulo Otávio disse ainda que Dória teve muita coragem ao sair do ramo empresarial para ir para a vida pública, assumindo riscos e começando do zero. “Foi eleito em primeiro turno, o que vemos hoje em sua gestão é o que todos nós queremos: modernidade e coragem”, disse.

    Já o presidente da Fibra, Jamal Jorge Bittar, ressaltou que foi uma honra receber um prefeito com uma proposta tão diferente de governo. O presidente da Fibra também lembrou que existe a necessidade das mulheres se engajarem mais no meio empresarial para o engrandecimento do setor e da economia brasileira. “Temos que ter mais mulheres a frente das empresas do País. Hoje, temos uma presença pequena, pois o mundo empresarial ainda é um pouco machista. Espero que as mulheres apareçam cada vez mais no meio empresarial e sempre serão bem vindas para engrandecer esse setor tão importante para a economia brasileira”, destacou.

    Projetos inovadores

    Dória começou sua palestra para os presentes falando um pouco de sua paixão por Brasília e elogiando o trabalho da Fecomércio e da Fibra para modernizar a economia da capital da República. O prefeito de São Paulo afirmou que decidiu entrar na política para dar sua cota de contribuição para melhorar o País. O prefeito destacou que no começo das eleições as intenções de voto nele não passavam dos 2%. Em apenas dois meses, Dória foi eleito em primeiro turno com 53% dos votos. Segundo ele, o sucesso repentino na vida política veio pelas propostas claras e corajosas, além de mostrar que é possível se fazer uma nova política sem buscar os alicerces do passado.

    Durante sua fala, o prefeito destacou suas ações à frente da prefeitura paulista. Ele abordou, principalmente, o projeto São Paulo Cidade Linda, que segundo ele, vem melhorando a cidade em vários aspectos. “Ainda temos muito a fazer, mas nesses meses de trabalho São Paulo está mais bem apresentada. Estamos cuidando de pessoas com situação de rua, oferecendo roupa, alimento, garantindo toda a documentação necessária para que eles possam trabalhar. Ao longo da nossa gestão a meta é alcançar 20 mil moradores de rua, para que eles possam ter um emprego digno. Em quatro meses, já conseguimos que mil começassem a trabalhar”, afirmou.

    Ainda sobre o projeto São Paulo Cidade Linda, Dória relatou que no seu primeiro dia de mandato, em 2 de janeiro, uma segunda-feira, ele foi para a rua com todos os secretários para limpar e varrer o chão da cidade. “Usamos os mesmos uniformes das pessoas humildes que ajudam a preservar a cidade. Estamos fazendo isso toda semana, inclusive sábados, domingos e feriados. Meu expediente diário varia de 15 a 17 horas por dia”, afirmou.

    Na área de saúde, o prefeito disse que antes de assumir a cidade tinha 478 mil pessoas esperando para fazer exames médicos, algumas esperavam na fila por mais de dois anos. “Fizemos o corrução da saúde, identificamos hospitais privados com equipamentos e técnicos disponíveis e conversamos com os dirigentes oferecendo uma parceria. Em 83 dias zeramos a espera”, disse. Por fim, o prefeito ressaltou a ação na Cracolândia de São Paulo, que já perdurava no coração da cidade paulista por mais de 20 anos. “Seria fácil não fazer nada, como muitos não fizeram, ou tentaram e desistiram. Nós iniciamos o processo de desocupação da área em 21 de maio e não vamos parar. Não vou admitir que a cidade que eu fui eleito tem pessoas condenadas à morte, pois a droga mata. Lá, era um verdadeiro shopping de droga ao ar livre, isso acabou, a parte física acabou, os dependentes não, mas fisicamente aquele domínio de uma facção criminosa acabou, e não vai voltar”, disse. Entre os resultados, segundo Dória, estão mais de 1,2 mil viciados internados em clínicas e em tratamento, além da prisão de 78 traficantes de droga.

    Por Daniel Alcântara – publicado 28 de junho de 2017  em Boletim Fecomércio

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    -Publicidade -spot_img

    Últimas notícias