Início Artigos É na adversidade que crescemos

É na adversidade que crescemos

0
0

“E Davi e os seus homens chegaram à cidade e eis que estava queimada a fogo, e suas mulheres, seus filhos e suas filhas tinham sido levados cativos. Então Davi e o povo que se achava com ele alçaram a sua voz, e choraram, até que neles não houve mais forças para chorar. Também as duas mulheres de Davi foram levadas cativas; Ainoã, a jizreelita, e Abigail, a mulher de Nabal, o carmelita. E Davi muito se angustiou, porque o povo falava de apedrejá-lo, porque a alma de todo o povo estava em amargura, cada um por causa dos seus filhos e das suas filhas; todavia Davi se fortaleceu no Senhor seu Deus.

No texto, nós vemos que Davi foi para uma batalha, mas quando voltou, sua cidade estava incendiada, completamente destruída, mas ele se fortaleceu porque na adversidade ou você se amargura ou se fortalece. Davi conhecia Eclesiastes, e ele conhecia o conselho da palavra, o conselho do propósito, do projeto de Deus desde Moisés, de Jó, de todas as escrituras proféticas que tinham antes dele e a Bíblia diz que nessa hora em que todo mundo se angustiou, ele se fortaleceu, porque ele conhecia o conceito, o princípio.

A Bíblia diz que ele ficou muito triste, muito perturbado porque ele também foi atingido, mas ele não se amargurou. Então, guarde o seu coração da amargura, porque ela te derrota, porque o que te derrota não são as circunstâncias de fora, mas a atitude do seu coração de dentro. O que aconteceu lá fora foi um desastre e não poderia ser pior, mas Davi se fortaleceu no Senhor. O que você faz na hora da adversidade? Fortaleça-se no Senhor. Pergunte o por quê. Entre na presença de Deus, considere, abra a sua mente, ouça a palavra, deixe o Espírito Santo falar com você, porque você estando fortalecido, vai dar a volta por cima.

As pessoas estavam tão amarguradas, que elas não pensavam, porque quando a emoção toma o controle, ela obscurece a razão. Pessoas amarguradas não pensam, falam bobagens, blasfêmias, porque a amargura é um sentimento muito negativo, muito ruim, mas Davi, sabe o que ele fez? Ele protegeu o seu coração, a sua unção. Guarda o seu coração, as suas atitudes porque as emoções feridas, envolvidas e atingidas não deixam as pessoas pensarem e não pensando, não é possível sintonizar com Deus. E Davi precisava ouvir Deus, ouvir a direção do Senhor, e enquanto o povo estava amargurado, blasfemando, ele se fortaleceu no Senhor. Na hora da adversidade vá falar com o seu sacerdote, com o seu líder, vá orar com o seu pastor, com o seu bispo, vá para a igreja e dobre os seus joelhos no chão e clame ao Senhor teu Deus, porque ele reverte qualquer situação.

Davi não procurou o general, não procurou o coronel, mas ele procurou o sacerdote, porque ele não pensou em armas ou em forças, mas ele pensou em Deus, pensou em fé, ele lembrou do sacerdote. Mas e você, o que lembra na hora da adversidade? O que passa na sua cabeça ou qual o primeiro pensamento que vem? A quem recorrer ou aonde ir?

A palavra adversidade desrespeita a períodos difíceis, então ele está dizendo que quando você conquistar, alegra-te, mas quando você padecer ou sofrer, ou estar em situações que você não gostaria de estar, considere, porque você vai crescer. A palavra considerar é a mesma coisa que esquadrinhar, entender o porquê, crescer.

A Bíblia nos diz que Deus colocou no coração de Davi e o que ele fez? Pegou a estola e foi consultar a Deus. Na adversidade, não consulte aos ímpios, não ande sob os conselhos deles, não consulte o seu melhor amigo, mas busque os conselhos de Deus. E tudo que te foi levado, será devolvido, porque o teu Deus colocará de volta em tuas mãos. Mas qual é a chave? Guarde as suas emoções e não entre em desespero. Não se amargure. Guarde o seu coração, mesmo que você tenha sido ferido, atingido, mesmo que tenha algo te machucando, guarde o seu espírito, porque o Senhor te devolverá várias vezes mais, porque na adversidade você irá crescer.

 

(0)

Brazil Conference Harvard

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COLUNAS EM DESTAQUE